sábado, 15 de outubro de 2011

Nina Mello

Minha linda sobrinha acaba de estrear uma peça de Molière. Ela é a Jacinta em As malandragens de Escapino, adaptação de Edih Longo (do texto traduzido por Carlos Drummond de Andrade), com direção de Moisés Miastkwosky. Figurino de época e elenco impecáveis*, texto nada fácil, sem chance de embromation para os oito atores adolescentes. Tio coruja, sem dúvida, mas não sem razão!